Monthly Archives

outubro 2016

Marcelo Ozelin solicita a Massafera uma ambulância para Porto Ferreira

By | Notícias | No Comments

Texto e foto: Douglas Braz

 

O vereador eleito de Porto Ferreira, Marcelo Ozelin, encaminhou ao deputado estadual Roberto Massafera ofício solicitando a intervenção do parlamentar junto ao governo do Estado de São Paulo para a aquisição de uma ambulância para atender aos pacientes do município.

O veículo tipo furgão servirá para o transporte de pacientes de Porto Ferreira para cidades referência em saúde e que dispõe de tratamentos de maior complexidade. O vereador destaca que, frente a crise econômica do País, a Prefeitura não dispõe de recursos próprios para a compra do veículo.

“O governador Geraldo Alckmin tem ajudado a todos os municípios paulistas numa demonstração de sensibilidade e capacidade administrativa para superar as dificuldades que o País inteiro atravessa. Vamos encaminhar esse pleito pela população de Porto Ferreira”, comentou Massafera.

O deputado Roberto Massafera tem sido um parceiro de Porto Ferreira ao lado de lideranças como o assessor Marcelo Padilha. Já liberou emendas parlamentares para a Santa Casa (R$ 100 mil) e recapeamento da Avenida do Comércio (R$ 150 mil); além de intermediar convênios com entidades sociais como a APAE (R$ 485 mil) e a Prefeitura para construção do Centro Dia do Idoso (R$ 500 mil).

Massafera homenageia IE por centenário em sessão na Alesp

By | Notícias | No Comments

Texto e foto: Douglas Braz

 

O deputado estadual Roberto Massafera realiza na próxima segunda-feira uma sessão solene em homenagem ao primeiro centenário do Instituto de Engenharia (IE) de São Paulo completados nos último dia 13 de outubro. O evento será às 20 horas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Esta semana, o parlamentar reuniu-se com o presidente da entidade, Camil Eid, e os diretores José Olimpio Dias de Faria e João Ernesto Figueiredo para definirem a programação da solenidade.

Três decanos da engenharia brasileira serão premiados: Ion de Freitas, criador do curso de Engenharia de Transportes da USP; Haroldo Jezler, organizador e presidente da Companhia Metropolitana de Água de São Paulo (Atual SABESP); e Peter Geisler, especialista em energia.

Roberto Massafera espera que as comemorações despertem na sociedade o planejamento da infraestrutura brasileira, caminho para a retomada do desenvolvimento do País.

O deputado argumenta, por exemplo, que ”o agronegócio tem capacidade para dobrar a produção, entretanto, enfrenta o gargalo dos transportes. Sem estradas, ferrovias e hidrovias não pode se expandir”.

A missão do IE é promover a engenharia em prol do desenvolvimento e da qualidade de vida da sociedade. Projetos como o uso do álcool como fonte de energia, o primeiro avião nacional e o metrô de São Paulo foram idealizados e acompanhados pelo Instituto de Engenharia.

Massafera homenageia Instituto de Engenharia em sessão solene

By | Notícias | No Comments

Texto e foto: Douglas Braz

 

O deputado estadual Roberto Massafera realiza na próxima segunda-feira uma sessão solene em homenagem ao centenário do Instituto de Engenharia (IE) de São Paulo. O evento será às 20 horas na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Esta semana, o parlamentar reuniu-se com o presidente da entidade, Camil Eid, e os diretores José Olimpio Dias de Faria e João Ernesto Figueiredo para definirem a programação da sessão solene.

Três decanos da engenharia brasileira serão premiados: Ion de Freitas, criador do curso de Engenharia de Transportes da USP; Haroldo Jezler, criador da COMASP, atual um dos primeiros presidentes d, Peter Gesler, engenheiro de energia.

 

 

 

 

 

 

O deputado Roberto Massafera afirmou que as comemeorações pelos 100 anos da entidade devem servir para pensar o futuro da infra estrutura brasileira que é o caminho para a retomada do nosso desenvolvimento. O parlamentar lembrou que” o agronegócio brasileiro tem capacidade para  dobrar a produção brasileira, entretanto, enfrenta o gargalo dos transportes, sem estradas, ferrovias e hidrovias não podem se expandir”, afirmou.

Para sessão solene são esperados nomes de destaque na engenharia brasileira e autoridades das diferentes esferas dos poderes.

 

 

Por iniciativa do deputado estadual Roberto Massafera, o Instituto de Engenharia de São Paulo será homenageado em sessão solene na Assembleia Legislativa de São Paulo por ocasião do seu primeiro centenário de vida que será completado no dia 13 de outubro próximo.

A solenidade acontece no dia 24 de outubro às 20 horas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e contará com a presença de decanos e notáveis da engenharia paulista. Roberto Massafera destaca que a arquitetura e a engenharia contribuem muito para o desenvolvimento econômico do País.

A missão do Instituto é promover a engenharia em benefício do desenvolvimento e da qualidade de vida da sociedade. Projetos como o uso do álcool como fonte de energia, o primeiro avião nacional e o metrô de São Paulo foram idealizados e acompanhados pelo Instituto de Engenharia.

O parlamentar acredita que o centenário da entidade é uma boa oportunidade para que os profissionais da área debatam os desafios ligados à engenharia nacional e apresente soluções para que o setor volte a crescer e ajudar o Brasil.

 

Licitações – Na avaliação de Roberto Massafera, o Instituto ainda tem muito a contribuir. Um dos maiores entraves na política de obras públicas, por exemplo, é decorrente da Lei 89/72 e da Lei 8666/93 que regulam as licitações para contratação de empresas.

O parlamentar critica as contratações a partir de um projeto básico de engenharia. Massafera defende que os editais de licitação exijam a apresentação de um projeto executivo detalhado da obra.

Ele lembra que as obras da Copa do Mundo e da Olimpíada, por exemplo, foram contratadas sob o Regime Diferenciado de Contratação (RDC) que permitiu a contratação de obras gigantescas sem obedecer às leis das licitações.

Como engenheiro e ex-prefeito de Araraquara (1993-1996), Roberto Massafera vê uma única solução para moralizar as licitações. “Precisamos alterar a lei e exigir o projeto executivo detalhado da obra; prever todos os projetos estruturais, elétrico e hidráulico, para que não haja desvios”.

 

 

 

 

Ion de Freitas (São Paulo, 1925) é um engenheiro civil, professor e psicólogo brasileiro.

 

É graduado (1946) e doutor pela Escola Politécnica da USP (EPUSP), escola na qual lecionou (1960-1992) e posteriormente criou o curso de engenharia de transportes.[1]

 

Sua trajetória profissional confunde-se com a construção das primeiras rodovias do Brasil, especialmente de São Paulo. Em 1947, recém-formado, foi contratado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). “Era uma época em que o emprego te procurava, e não o contrário”, conta. “O estado inteiro tinha apenas 47 quilômetros de estradas pavimentadas.” No final dos anos 1940, Ion foi responsável pelas obras de pavimentação da via Anhanguera.[2]

 

No final dos anos 1960, chefiou o grupo de trabalho encarregado de definir o traçado da rodovia dos Imigrantes, construída em razão da saturação da capacidade de fluxo na via Anchieta.[3][4][5][6]

 

Ocupou diversos cargos e funções na administração pública. Foi Secretário Municipal de Transportes de São Paulo (1971-1973).

 

 

 

 

É considerado o precursor da engenharia de tráfego no Brasil. Criou a Companhia de Engenharia de Tráfego da cidade de São Paulo e a Zona Azul, sistema de estacionamento nas vias públicas da cidade (mediante pagamento segundo o tempo de permanência). Iniciou a construção do Metrô de São Paulo.[7] Concebeu o anel viário de São Paulo, cujo primeiro projeto coordenou, em 1963 – 35 anos antes do início das obras do Rodoanel Mário Covas.[2][8]

 

Depois de se aposentar como engenheiro, graduou-se em Psicologia e obteve o título de mestre nessa área, em 2009, aos 84 anos de idade.[9]

 

 

Qualidade dos serviços de saneamento básico pouco abordada até 1970. Mudança rumo ao sistema padronizado de especificações, enfoque moderno e racional, manifesta primeiro na Companhia Metropolitana de Água de São Paulo (Atual SABESP) esppirito inovador sob o qual os técnicos deveriam ser cada vez mais capacitados, presidencial de Haroldo Jezler, expoente do saneamento.

O AUTOR: Haroldo Jezler é um conhecido engenheiro nacional, formado pela Escola Politécnica de São Paulo, Mestre em Engenharia Sanitária pelas Universidades da Carolina do Norte e de Harvard (USA), tendo lecionado na USP: – Escola Politécnica e Faculdade de Higiene, como assistente; na Amazônia, foi funcionário do SESP – Serviço Especial de Saúde Pública; em Washington, DC, USA, funcionário da OMS/OPS – Organizações Mundial e Panamericana da Saúde, como assessor regional para a América Latina em programas de abastecimento de água, em educação, treinamento e pesquisa, conquistando a categoria P5; no Brasil, foi o organizador e único Presidente, por 6 anos da “COMASP – Companhia Metropolitana de Água de S. Paulo, onde completou o projeto e implantou a primeira fase do sistema Cantareira, para abastecer 10 milhões de pessoas, na Cidade de São Paulo”. Na iniciativa privada, foi diretor de diversas empresas de consultoria, em Engenharia Sanitária e Civil.

 

 

Encontro com Bodinho de Boa Esperança do Sul

By | Notícias | No Comments

Esta semana recebi a visita do prefeito de Boa Esperança do Sul, Antônio Donizete Laverde, o Bodinho (PSDB), que solicitou apoio junto ao governo do Estado para a liberação de recursos ao município. Vamos buscar soluções e apresentar as demandas da cidade ao governador Geraldo Alckmin.

Como a grande maioria dos municípios, Boa Esperança enfrenta graves dificuldades frutos da queda de arrecadação e da crise econômica do País. Faltam recursos em todas as áreas, especialmente para infraestrutura urbana e saúde, além da pressão da folha de pagamento sobre o caixa da Prefeitura.

Apesar das dificuldades, Bodinho aceitou o desafio de assumir o Executivo municipal após renúncia do prefeito. Com nosso apoio, está comandando da melhor maneira a transição para o novo governo do prefeito eleito, Fabião.

Massafera recebe visita de Edinho

By | Notícias | No Comments

Texto e foto: Douglas Braz

 

O deputado estadual Roberto Massafera (PSDB) recebeu na manhã de hoje (17) a visita do prefeito eleito de Araraquara, Edinho Silva (PT). Com quatro vereadores eleitos, o deputado afirmou que a bancada do PSDB na Câmara Municipal vai apoiar todos os projetos que forem de interesse de Araraquara.

“Na eleição, o PSDB apresentou uma série de propostas. A bancada do partido vai apoiar essas ideias porque, independente do governo, beneficiam a população em questões como Transporte, Educação, Segurança, Saúde, Água, Saneamento e Meio Ambiente”, observou Massafera.

O parlamentar acrescentou que a bancada do PSDB terá uma postura de independência política, e que não vai compor blocos de votação alinhados tanto com o governo quanto com a oposição. “Nossa prioridade será o interesse público”, concluiu Massafera.

O prefeito eleito, Edinho Silva, agradeceu o apoio e reconheceu a postura republicana do parlamentar. “A grande política se faz assim: os interesses da sociedade acima dos interesses partidários.”

Na reunião, Edinho e Massafera também iniciaram uma conversa sobre a as demandas do município frente ao governo do Estado de São Paulo e que deve pautar os trabalhos de ambos a partir de 2017.

 

Massafera prestigia entrega de 240 moradias sociais do CDHU em Ibaté

By | Notícias | No Comments

Texto e foto: Douglas Braz

 

O deputado estadual Roberto Massafera participou hoje (14), em Ibaté, a convite do secretário de Estado de Habitação, Rodrigo Garcia, da entrega de 240 casas à famílias de baixa renda. Com investimento de R$ 29,7 milhões, o conjunto homenageou o cidadão Antônio Moreira conferindo seu nome ao novo bairro.

Entre os presentes estavam o prefeito de Ibaté, Alessandro Rosa; o deputado federal Lobbe Neto; vereadores e demais autoridades locais como o vice-prefeito eleito, Horácio Sanchez.

“Este é um momento de alegria para todos nós. Parabéns ao governo Geraldo Alckmin que sabe escolher as prioridades: casa para morar, saúde, trabalho e educação”, comentou o deputado Roberto Massafera.

Alessandro Rosa reconheceu o esforço do então prefeito Zé Parrela que desapropriou e doou o terreno no centro da cidade; e também agradeceu o apoio dos deputados Roberto Massafera e Lobbe Neto para viabilizar a obra junto ao CDHU.

Rodrigo Garcia afirmou que, no próximo ano, dará início a construção de outras 284 unidades em Ibaté. Com as 240 novas unidades, a CDHU chega a 548 moradias entregues em Ibaté. Desde 2011, a região de Araraquara recebeu 6.066 moradias populares. Além disso, há 402 habitações em construção.

O secretário de Habitação lembrou que as moradias têm o subsídio do Estado. Em Ibaté, as parcelas têm valores a partir de R$ 132. Nessa condição, os mutuários pagarão R$ 17 mil pelas casas que custaram R$ 123 mil. “A diferença é paga pelo Estado”, explicou o secretário. Quase 90% dos novos moradores têm renda de até três salários mínimos e terão prazo de até 5 anos para quitar o financiamento.

As casas de 56 ou 66 metros quadrados têm dois ou três quartos e contam com aquecedor solar, piso cerâmico, azulejos (cozinha, banheiro e área de serviço), cobertura com estrutura metálica, muros, redes de água, esgoto e elétrica, drenagem viária, iluminação pública e pavimentação, calçada e paisagismo, quadra de esporte e playground.

 

Esgoto – Outro importante investimento do governo do estado em Ibaté foi a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). A obra consumiu R$ 11 milhões do programa “Água Limpa” e amplia o tratamento de esgoto a 100% do município.

A ETE retira 54 toneladas mensais de carga orgânica que antes eram lançadas in natura no Córrego Boa Vista. O programa “Água Limpa” implanta tratamento de esgoto em municípios de até 50 mil habitantes.

Massafera defende setor ferroviário em reunião com governador Alckmin

By | Notícias | No Comments

Texto e fotos: Ary Costa Pinto

 

O deputado estadual Roberto Massafera defendeu a aceleração do desenvolvimento do transporte ferroviário no Estado de São Paulo durante reunião com o governador Geraldo Alckmin e diretores da Hyundai Rotem. A empresa inaugurou em março em Araraquara (SP) sua mais nova fábrica de trens e vagões, um investimento de R$ 100 milhões e geração de 300 empregos.

Estiveram presentes à reunião o secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni; o presidente mundial da Hyundai Rotem, Seung Tack Kim; e demais diretores da empresa no Brasil e na Coréia do Norte.

Roberto Massafera destacou que o governador Geraldo Alckmin tem dedicado esforços para a recuperacão da malha ferroviária paulista e para a expansão do transporte sobre trilhos na capital.

Em sinergia, a Hyundai Rotem tem planos de investimentos para os próximos anos quando muitas obras, em execução, serão finalizadas. Na avaliação do deputado, novos contratos ajudarão a diversificar a economia e potencializar a geração de emprego no setor.

“O transporte sobre trilhos impulsionou o desenvolvimento de São Paulo. É mais barato para o transporte de cargas e mais competitivo para nossa economia. Pode ser mais seguro, rápido e confortável para os passageiros também”, afirmou o parlamentar.

A unidade de Araraquara da Hyundai Rotem tem capacidade de produzir 200 vagões por ano para atender contratos de fornecimento de 240 carros à CPTM e de 112 ao metrô de Salvador. Parte das aquisições já está sendo entregue. A fábrica também atenderá novos negócios que poderão ser prospectados no Brasil e América Latina.

Massafera defende criador da pílula do câncer em depoimento na USP

By | Notícias | No Comments

Texto: Ary Costa Pinto

Foto: Douglas Braz

 

O deputado estadual Roberto Massafera prestou depoimento à reitoria da USP em processo movido pela universidade sobre a fabricação da fosfoetanolamina sintética, a chamada pílula do câncer, desenvolvida pelo professor Gilberto Chierice, aposentado do Instituto de Química de São Carlos.

A substância está sendo testada pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) em convênio com a Secretaria de Saúde. O objetivo é testar sua eficácia para, futuramente, ser registrada como medicamento dentro das exigências legais.

Em seu depoimento, o deputado Roberto Massafera enalteceu a pesquisa cedida gratuitamente à Secretaria de Saúde pelo professor Gilberto Chierice. O parlamentar avaliou que, face a evidente magnitude social da pesquisa, o professor mereceria o prêmio Nobel de Química.

Alegando elevada demanda e insuficiência estrutural, o reitor da USP, Marco Antônio Zago, suspendeu através de medida judicial a fabricação e a distribuição da pílula do câncer.

 

Testes – A pedido de parlamentares como Roberto Massafera, o governador Geraldo Alckmin determinou o início de testes clínicos com a substância sob a responsabilidade do ICESP.

A boa notícia é que a primeira fase de testes, cujos resultados foram anunciados esta semana, comprovou a segurança da substância. Nenhum paciente apresentou efeitos colaterais. A segunda fase, que se inicia agora, vai avaliar se ela tem efeito terapêutico.

“Não há risco de eventos adversos graves associados ao uso da substância. A partir de agora a pesquisa determinará se há eficácia da fosfoetanolamina, abrangendo um número maior de pacientes”, destacou o oncologista Paulo Hoff, diretor-geral do ICESP.

Pelos próximos 6 meses, a pílula do câncer será testada em 200 pacientes divididos em 10 grupos com tumores diferentes: cabeça e pescoço, pulmão, mama, cólon e reto (intestino), colo uterino, próstata, melanoma, pâncreas, estômago e fígado.

Massafera defende emancipação do Corpo de Bombeiros

By | Notícias | No Comments

Texto: Ary Costa Pinto e Douglas Braz

 

O deputado estadual Roberto Massafera, junto com o deputado Cel. Telhada, lutam pela emancipação do Corpo De Bombeiros da estrutura da Polícia Militar. A proposta de emancipação tramita na Assembleia Legislativa pela proposta de Emenda a Constituição número 9 de 2015.

Roberto Massafera argumenta que, por suas funções, o Corpo de Bombeiros precisa de uma gestão autônoma que favoreça a especialização dos servidores. Pela proposta, os membros da corporação continuarão sendo militares mas deixam de ser policiais.

“Em todos Estados brasileiros, com raras exceções, os Bombeiros possuem uma estrutura administrativa própria”. O parlamentar defende que o perfil do servidor e os treinamentos a que são submetidos são bastante distintos dos policiais. A autonomia estrutural e financeira tornaria o Corpo de Bombeiros mais apto a atender suas necessidades elementares.

Roberto Massafera destaca ainda que os Bombeiros não são um órgão policial; está voltado para a defesa civil especializado em combate a incêndios, salvamentos, emergências e segurança nas comunidades; assim como a polícia militar está para a defesa interna e as forças armadas para a Segurança Nacional. São campos distintos e inconfundíveis.

Com a emancipação, o Corpo de Bombeiros passaria a responder diretamente à Secretaria de Segurança Pública. Maior autonomia administrativa e financeira também dotaria a corporação de maior capacidade política de lutar por avanços estruturais e recursos na forma de convênios e parcerias. Roberto Massafera acredita que isso seria fundamental para o atendimento eficaz das demandas das comunidades.